Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21.9.17

Mudar, Ajudar e Salvar.

Não quero que esse mês seja vermelho como o sangue de quem não consegue mais gritar silenciosamente por ajuda. Não quero que seja preto como o luto por uma vida que teve seu fim antes mesmo de começar. É um sentimento que consome o corpo, a mente e a alma. É mais forte do que qualquer coisa, e por isso precisamos estar atentos em detalhes que muitas vezes deixamos passar por acreditar ser mais um drama adolescente, ou como a maioria diz “ é só frescura”; “Só quer chamar atenção”. NÃO! CHEGA! Chega de dizer adeus a quem nem teve sequer tempo de se despedir, a quem teria talvez um futuro brilhante e por falta de ajuda, deixou o desespero e a angustia de viver tomar conta. Está na hora de pararmos de justificar os motivos, está na hora de fazer a diferença, mudar, ajudar e salvar. Está na hora de deixarmos nosso egocentrismo de lado, parar de olhar nossos próprios umbigos e cuidarmos do próximo. Resgatar, cuidar e amar o próximo. Não precisa de muito para ajudar alguém nessa situação. Lembre-se sempre: não é frescura, converse com a pessoa. Pergunte como foi o dia dela, insista em saber se está realmente bem. Não espere o inesperado para mudar a vida de alguém. Seja humano, de corpo, alma e coração. Seja para o outro um porto seguro… Estenda a sua mão. Distribua sorrisos e flores em vida, pois o amanhã pode ser tarde, e acredite, elas enfeitam muito mais a alma do que uma triste despedida de um irmão. Você pode mudar o dia de alguém com palavras, ou um abraço sequer. Essa moda atual de esnobar é a pior coisa que criaram para sociedade. Não esnoba não. Se importa sim. Pergunta se tá bem, insiste, diga que ama, arranque sorrisos, faça pequenos gestos que em conjunto fazem um bem maior. Não largue as pessoas de lado, como se só você importasse. Amar o próximo não é uma demonstração de fraqueza, ajudar não é uma vergonha. Mude o dia de alguém!

Finalmente Assistir How I Met Your Mother

Eu nunca assistir série quando era criança, foi depois dos meus 16 anos que entrei nessa onda. De lá pra cá eu tenho conseguido ver algumas series bem antigas que já acabaram e atualizar as novidades da Netflix. Sem esquecer de atualizar queridinhas como GOT, Vikings, The 100, entre outras. Mais já fazia tempo que eu queria ver a tão famosa e aclamada How I Met Your Mother. E finalmente conseguir. A série é um amorzinho. Normalmente eu passo longe de séries/filmes de comédia/romance, nunca foi muito meu estilo. Mais tenho que admitir que assim como Gossip Girl, HIMYM ganhou um lugarzinho no meu coração. Pena que eu não assistir muito antes. É muito gostoso acompanhar uma serie incrível desde do inicio, poder para e ver o quanto os personagens mudaram ao logo dos anos, e também o quanto você mudou. A única série que eu acompanho desde os meu 14 anos é Supernatural. Em fim, How I Met Your Mother é uma das comédias mais marcantes da televisão (talvez perdendo apenas para Friends, que a proposito eu ainda tenho que assistir) lançada em 19 de setembro de 2005.

A comédia enfoca a busca de Ted para encontrar o amor de sua vida. Tudo começa quando seu melhor amigo, Marshall, anuncia seu noivado com a namorada Lily, uma professora do jardim da infância. Neste instante, Ted se dá conta de que precisa fazer alguma coisa para não terminar sozinho. Para ajudá-lo em sua busca está Barney, um amigo com opiniões infindáveis e sugestões muitas vezes imprudentes. Quando Ted conhece Robin, ele acredita ser amor à primeira vista. Porém, ele não sabe que o destino lhe reservou algo a mais. A história é narrada no futuro, a partir das lembranças do protagonista. O que mais me faz gostar da série é que, mesmo sendo uma comédia, ela consegue passar várias críticas e, também, te representar com um humor excepcional. E ao contrário da maioria das series de comedia/romance que a gente shippa o casalzinho e no final tudo dar certo e o fulaninho termina com a fulaninha, HIMYM não é assim. A série dar um monte de revira voltas e no final tudo é diferente do que a gente esperava. Para uns isso foi um ponto negativo, para mim foi “à” mudança que ela precisava pra fugir do clichê chatos que é todo romance. Sem dizer que ela dar uma porrada de lições incrível para o telespectador. Além da pura e sólida realidade que nem todo o amor do mundo é capaz de fazer dar certo duas pessoas que estão vivendo momentos diferentes na vida, que possuíam divergentes expectativas em relação a família ou trabalho. E é justamente no ponto de fechamento da história que reside a sua crua realidade (que poucos gostaram), o final surpreendeu ao esfregar na nossa cara nada mais nada menos do que a vida como ela é. Os amigos chegaram em um ponto da vida em que naturalmente se afastam, só se encontrando de fato em eventos e datas comemorativas. Alguns casais funcionam e espalham amor, outros se divorciam, outro perde o parceiro que ama, e assim por diante. É necessário compreender que tudo isso está passível a acontecer com qualquer um de nós. Alguns sortudos encontram o seu par ainda na infância, escola ou faculdade e não se desgrudam mais, superando as dificuldades e vivendo a vida dos sonhos juntos simplesmente por que se pertencem. Outros se apaixonam de fato, até se casam, mas a realidade muda e acaba por separar o casal, o que não significa que não existia amor, somente que não são capazes de superar tudo “juntos”. Por fim, as pessoas podem demorar a se achar, mas quando o fazem vivem uma grande história de amor, constituem família, mas a mortalidade pode separar casais e desestruturar famílias, a verdade é que a gente só precisa estar vivo para morrer. No fim, eu amei How I Met Your Mother. Ela é uma série fofa, levinha ao mesmo tempo em que é intensa e cheia de lições de vida a cada episódio. E apesar de 9 temporadas (muita gente pode achar grande mais) vale muito apena ver, pois os eps são curtinhos. Ela é um clássico que dar pra fugir um pouco de toda pervecidade de Game of Thrones enquanto você espera sair a nova temporada kkkkkk. Ha, é já fica uma novidade ai. Após duas tentativas frustradas, o spin-off de How I Met Your Mother foi finalmente confirmado pela Fox. A série derivada irá se chamar How I Met Your Father, será narrada do ponto de vista de uma mulher e contará com personagens originais. por enquanto é tudo o que se sabe, mais os fãs já podem se alegrar.